quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Eu amei te ver - Tiago Iorc





Eu amei te ver - Tiago Iorc

Ah
Quase Ninguém Vê
Quanto Mais O Tempo Passa
Mais Aumenta A Graça Em Te Viver

Ah
E Sai Sem Eu Dizer
Tem Mais No Que Te Mostro
Não Escondo O Quanto Gosto De Você

O Coração Dispara
Tropeça, Quase Para
Me Encaixo No Teu Cheiro
E Ali Me Deixo Inteiro

Eu Amei Te Ver
Eu Amei Te Ver
Eu Amei Te Ver

Ah, Ah
Quase Ninguém Vê
Quanto Mais Aumenta A Graça
Mais O Tempo Passa Por Você

Ah
E Sai Sem Eu Dizer
O Tanto Que Eu Gosto
Me Desmancho Quando Encosto Em Você

O Coração Dispara
Tropeça, Quase Para
Me Encaixo No Teu Cheiro
E Ali Me Deixo Inteiro

Eu Amei Te Ver
Eu Amei Te Ver
Eu Amei Te Ver

O Coração Dispara
Tropeça, Quase Para
Me Enlaço No Teu Beijo
Abraço Teu Desejo
A Mão Ampara A Calma
Encosta Lá Na Alma
E O Corpo Vai Sem Medo
Descasca Teu Segredo
Da Boca Sai: Não Para
É O Coração Que Fala
O Laço é Certeiro
Metades Por Inteiro
Não Vou Voltar Tão Cedo
Mas Vou Voltar
Porque Eu Amei Te Ver

Eu Amei Te Ver

Eu Amei Te Ver
Eu Amei Te Ver
Eu Amei Te Ver


Coisa Linda - Tiago



Coisa Linda - Tiago Iorc

Linda do jeito que é
Da cabeça ao pé
Do jeitinho que for

É, e só de pensar
Sei que já vou estar
Morrendo de amor
De amor

Coisa linda
Vou pr'onde você está
Não precisa nem chamar
Coisa linda
Vou pr'onde você está

Linda feito manhã
Feito chá de hortelã
Feito ir para o mar

Linda assim, deitada
Com a cara amassada
Enrolando o acordar
O acordar

Coisa linda
Vou pr'onde você está
Não precisa nem chamar
Coisa linda
Vou pr'onde você está

Ah, se a beleza mora no olhar
No meu você chegou e resolveu ficar
Pra fazer teu lar
Pra fazer teu lar

Coisa linda
Vou pr'onde você está
Vou pr'onde você está


Dias ensolarados
Pés descalços
Sonhos renovados
Assim inicio
Novo ciclo
Novos sonhos
Outro ponto
De vista, a vista
De pé no porto
Cabelos soltos
Avisto o sol
Reina sobre nós
Céu sempre azul
Mar tranquilo
E ainda assim
Meu ponto de equilíbrio
É sempre você

Veridiana Mota *BP (12/01/2017)

Do lado de cá

Do lado de cá
Flores brancas
Paz que ecoa
Riso no ninho
Rosas sem espinhos
Apenas uma garoa
 ...
Do lado de cá
A vida acontece
A gente dança
Balança
Se equilibra
Não se cansa de viver
...
Do lado de cá
Não tem escuridão
E ao som do violão
Meu sorriso baila
Descansa, se encanta
Encontra-se com o seu
...
Do lado de cá
Apenas nós dois
Sempre nós dois
E depois e depois...
... 

Veridiana Mota *BP (12/01/2017)


quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Ansiedade... Tres Veces Tú


Uma longa espera... Ansiosa para ver o final dessa história de amor. Qual será o destino de H e Babi? Será que o amor foi grande o suficiente para superar todos os problemas vividos nesse relacionamento? E as pessoas que cruzaram seus caminhos, como ficam? Katina, uma menina tão doce, alegre, merece também um desfecho feliz, principalmente por ter perdido Pollo. Enfim, tem muita coisa para acontecer. Sei que o livro não tem data prevista para estrear no Brasil e também não vou aguentar esperar por isso. E vocês o que acham que vai acontecer???? Enquanto isso, vou rever os 2 filmes e aguardar que o terceiro seja rodado também!!!!! Love, love, love!!!!!!


Tres Veces Tú

 










Você

Um pouco mais de tempo
Sem lamento
Ouvir, sentir, inspirar
Teu respirar
Vermelho no batom
Que corre na minha veia
Infinito é o azul do céu
Que se afunda no mar
Igual pensamentos tolos
Em dias bobos

Mais palavras, mais beijos
Mais risos, mais mimos
Mas de mim
Mais de você


Veridiana Mota *(BP) 09/11/2016



Circuito Fechado

Sobre todos os aspectos
Teu reflexo
Sem nexo
Fora de rota

No retrovisor
Rostos na multidão

Linhas que se apagam
Que se limitam
Que se findam
Noites após
Dias de sóis
Tempos depois
Breve como agora
Outrora
Tijolo a tijolo
Ergue-se um muro
Infinito...

Vidas que se cruzam
Se compartilham
Se alinham
Se rompem
Se despedem
Somem
Desaparecem
Circuito fechado
Inicio e fim 


Veridiana Mota *(BP) 09/11/2016